sábado, março 21, 2009

O advir (só quem sabe, sabe)

E chega um dia em que ele realmente chega, não num cavalo branco como nas histórias das princesas, mas de carne e osso bem na tua frente, ou ao teu lado... E você pensa: será que é ele mesmo? Será que os olhos vão brilhar e o tchã vai acontecer? My god! São tantas indagações... Acho melhor desencanar e viver ao invés de procurar respostas. Fuiiiiii

Um comentário:

Confições da Schena disse...

Dúvida que sempre aterrorizou meus pensamentos Ane!
Não confio mais em príncipe.. nem em cavalo..
hahaha
E não espero muito do futuro.. seja o que for prá ser, aconteça o que tiver que acontecer!
Aprendi que criar expectativas sobre tudo é muito pior do que 'minimizar' nossos sonhos, esperanças... Pq aí tudo o que vier será ótimo!!!!!!

beijo...